Vasco da Gama Tower

April's picture
Sunday, April 24, 2016 - 15:40

Pretende-se que o hotel de 5 estrelas, com 21 andares e 372 camas, entre 172 quartos e 10 suites, seja um hotel bioclimático.

O projecto do hotel com 21 andares para a Torre Vasco da Gama, do arquitecto Nuno Leónidas, foi aprovado pela Câmara Municipal de Lisboa, no final de Junho.

O hotel, que será denominado Torre Vasco da Gama Royal Hotel, vai ser constituído por dois corpos acoplados à torre de 142 metros.

Os três elevadores panorâmicos já existentes na torre vão manter-se, de forma a permitir aos visitantes subir ao topo daquele que foi um dos mais emblemáticos edifícios da Exposição Universal em Lisboa.

O promotor da obra é o grupo Sana Hotels e o projecto de arquitectura aprovado pela Câmara fica a cargo do arquitecto português Nuno Leónidas, que venceu o concurso internacional de adaptação da Torre Vasco da Gama.

Segundo uma assessora da vereadora do Urbanismo, o grupo hoteleiro «já foi notificado para entregar os projectos de especialidades». Só depois da aprovação destes é que os trabalhos se poderão iniciar.

O hotel de cinco estrelas vai ter 21 andares e 372 camas, repartidas entre 172 quartos e dez suites.

A previsão inicial da cadeia de hotéis Sana era que o hotel entrasse em funcionamento em 2004, mas esta unidade hoteleira não estava inicialmente prevista nos planos da zona do Parque das Nações, facto que contribuiu para atrasar o processo.

No hotel, pretende-se que sejam postos em prática princípios da arquitectura ambiental, ao nível da orientação solar, da iluminação natural e dos materiais utilizados, por forma a tornar este num hotel bioclimático.

More Images: